domingo, 12 de setembro de 2010

SINAL QUE ESTA FUNCIONANDO

Sexta-feira no final do dia comecei a sentir uma súbita tristeza. Sabe aquelas tristezas que instantaneamente tiram seu sorriso do rosto, te deixam cabisbaixa e dá vontade de ir dormir na hora pra ver se passa logo?
Até escrevi uma frase meio que sem pensar no meu twitter mas que definiu tudo: "Vou dormir pq essa é única forma de não encontrar novamente, hoje, com a pessoa que causou essa tristeza em mim" (Sim, eu causei a minha tristeza!)

Estava bem, fui com os colegas de trabalho tomar uma cerveja e foi incrivel o efeito devastador: parecia que a cada gole de cerveja alguma coisa ia transbordando e me deixando triste (ainda bem que não passei do primiro copo)

A princípio eu não sabia o porque mas assim que fiquei sozinha comecei a entender aquela tristeza toda. Alguma coisa que alguém me falou naquele dia, em tom de brincadeira, tocou em uma ferida grande, algo que eu ainda não consegui curar.

Vale ressaltar que não foi o comentário em si que me fez mal, juro que ja passei da fase de me importar com a opinião dos outros. O que causou tudo isso foi entender que por mais que a gente limpe a casa sempre tem algo que fica encrostado e que precisamos limpar regularmente para que a sujeira não cresça mais e mais e sempre, e eu deixei esse assunto de lado. Encontrei um cantinho que ainda continua bem sujo, precisando de uma limpeza pesada e de uma atenção extra.

Me senti mal comigo, acho que até um pouco derrotada mas depois que resolvi jogar o problema para ser iluminado pelo lado bom das coisas acabei tirando uma boa experiência.
Entendi que qdo temos mais de 30 anos de vida para "curar" nada vai ser de um dia para o outro, entendi que se algo pegou tão pesado em mim é pq todo esse tempo que estou despendendo para me tornar uma pessoa melhor esta funcionando e deixando as coisas mais claras para eu trabalhá-las.

Eu estou mais atenta ao que me acontece e ao que preciso melhorar. E melhor, sem medo de enfrentar meus fantasmas e disposta a encará-los de frente

No final só tenho que agradecer.

Bom, vc deve estar curioso (a) pra saber o que é né? Mas dessa vez eu vou ficar na minha.
Não é uma coisa que eu ache legal dividir pois é algo que acho muito feio na minha personalidade e na das pessoas que tem esse mesmo "defeitinho"
A semana será para cuidar disso. Estar atenta a coisas que possam me levar de volta a isso, e saber a hora de parar.

E vc esta atenta àquilo que ainda te causa mal-estar?


5 comentários:

vidarealdasam disse...

Olá amiga !!! Adorei o post, você tem toda a razão e quando temos mais de 30 anos de vida, realmente não é lá muito fácil se livrar de certos maus hábitos... Estou numa fase de mudanças também ! Vamos nos dar as mãos ! Precisando, estou aqui !
E vou aproveitar seu exemplo e usar minha semana para dar uma faxinada no que preciso...
Grande beijo !

Raquel disse...

Oi! Cheguei no seu blog por meio do Vigilantes da Auto-estima. Dei risada, porque sou professora de inglês também, além de agente de viagens.... hehehe. Dica de outro site bem legal para aprender gratuitamente: www.livemocha.com. Adorei seu blog! espero que possamos trocar figurinhas! bjos!

Renata disse...

Oi Re!! tenho acompanhado seu blog e to adorando, me identifico muito. Tb tenho enfrentando meus fantasmas de frente e assim que tem q ser, muita paz para nos!!

Verônica disse...

A idéia de ficar de olho em mim mesma e fazer uma faxina geral na casa meio suja que originou o meu blog! Ótimo texto, parabéns!
http://querocorrercomoslobos.blogspot.com.

Alejandra disse...

Oi, titinha!! Adorei esse post! Mesmo sobre uma materia de conflito, o titulo deixa a cabeça alta e o coração com o conforto da esperança..
Parabens amiga! Eu tb to passando por uma fase dessas..não sei se de faxina, mas de ordem.. velhos patrões q aparecem e que indicam que tem coisas ainda pra trabalhar dendtro de nós. :-)

Fico feliz pelo seu processo de crescimento.. Quem disse q ser borboleta é mole!
Bjo!